Pesquisa revela que brasileiro confia mais nas informações de jornais impressos do que em sites e redes sociais

Percentual dos entrevistados que disseram que confiam sempre ou muitas vezes nas notícias publicadas em jornais é de 59%.

Encomendada pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República, a Pesquisa Brasileira de Mídia, do Ibope, indica que os jornais impressos têm a confiança dos leitores brasileiros. Tratam-se dos meios de comunicação pelos quais se informam com mais segurança. Reportagem de “O Estado de S. Paulo”, assinada por Erich Decat, assinala que “o percentual dos entrevistados que disseram que confiam sempre ou muitas vezes nas notícias publicadas em jornais é de 59%. Rádio e televisão têm 57% e 54%, respectivamente”.

O “Estadão” relata que “os entrevistados se dizem mais desconfiados, contudo, quando as informações são de sites , blogs e redes sociais. Em relação aos sites, 62% disseram confiar poucas vezes no que foi publicado. O índice é de 63% quando a plataforma é rede social e de 54% em relação a blogs”.

A pesquisa mostra que “o tempo de leitura médio dos jornais impressos é de uma hora e dez minutos e, normalmente, assim como ocorre com as revistas, ele são comprados em banca, preferencialmente ao longo da semana”.

Se os jornais têm mais credibilidade, porque suas informações são profundas e rigorosas, a televisão “é o meio de comunicação mais acessado. “Pouco mais de três quartos dos entrevistados veem televisão todos os dias. As emissoras da TV aberta são as mais assistidas, principalmente a Rede Globo”, informa o “Estadão”. “Em relação a rádios, aproximadamente dois em cada três entrevistados afirmam ouvi-los, sendo que quase a metade todos os dias.”

Os dados da pesquisa são de agosto de 2016 e foram entrevistadas 15.050 pessoas, em todo o Brasil.

Fonte: Jornal Opção

Notícias Semelhantes