16 de janeiro de 2023

Inflação deste ano reduz de 5,92% para 5,79%

A informação consta do relatório ‘Focus’, divulgado pelo BC. Teto da meta é de 5%, ou seja, o mercado prevê estouro pelo segundo ano consecutivo.

Os economistas do mercado financeiro reduziram a estimativa de inflação deste ano de 5,92% para 5,79%. Foi a primeira queda em seis semanas.

A informação consta do relatório “Focus”, divulgado nesta segunda-feira (12) pelo Banco Central. Ao todo, foram ouvidas mais de 100 instituições financeiras na semana passada sobre as projeções para a economia. Quanto maior é a inflação, menor é o poder de compra das pessoas, principalmente das que recebem salários menores. Isso porque os preços dos produtos aumentam sem que o salário acompanhe esse crescimento.

A meta de inflação para este ano, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 3,5% e será considerada cumprida se oscilar entre 2% e 5%. O Banco Central vê chance grande de estouro da meta em 2022, assim como aconteceu no ano passado.

Para atingir a meta, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central aumenta ou diminui a taxa básica de juros, a Selic. Atualmente, a Selic está em 13,75% ao ano, o maior percentual dos últimos seis anos.

Para o próximo ano, a meta central de inflação foi fixada em 3,25% e será considerada formalmente cumprida se oscilar entre 1,75% e 4,75%. De acordo com o boletim Focus, a previsão para 2023 ficou estável em 5,08%.

Para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, o mercado financeiro manteve sua previsão estável em 3,05%. O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. O indicador serve para medir a evolução da economia. Já para 2023, a previsão de crescimento permaneceu em 0,75%.

Atualmente, a taxa Selic já está em 13,75% ao ano. O Copom também vem sinalizando que os juros vão se manter altos por um período mais prolongado.

Noticias Relacionadas

12 de abril de 2024

Cristhine Samorini destaca crescimento do setor industrial no estado na BandNews

Cristhine Samorini, Presidente da ABIGRAF Regional Espírito Santo e da FINDES (Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo), e diretora financeira da CNI (Confederação Nacional da Indústria), foi entrevistada no último dia 10 de abril (quarta-feira) pelo Canal BandNews, em São Paulo.

Leia mais
12 de abril de 2024

Abigraf-RS e Sindigraf-RS passam a atuar na Fiergs

Para aumentar a conexão com a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), a Diretoria, o Conselho Fiscal e as equipes do Sindigraf-RS e da Abigraf-RS passaram a atender na sede da entidade, em Porto Alegre/RS, […]

Leia mais
12 de abril de 2024

ABIGRAF-SC divulga regulamento do 6º Prêmio Catarinense de Excelência Gráfica

A ABIGRAF-SC acaba de lançar o regulamento do 6º Prêmio Catarinense de Excelência Gráfica que, neste ano, traz novidades com a criação de um novo segmento e categoria direcionados ao processo de Impressão Digital. Ao todo, as empresas gráficas catarinenses […]

Leia mais